Delphi - porque não?

Esse talvez seja o texto mais difícil de escrever. Usei o Delphi durante os últimos 10 anos. Com a ajuda dele consegui e mantive meus clientes, paguei minhas contas, me formei em Administração e até troquei de carro. Mas e agora?

Alguém sabe quem produz o Delphi? A Borland? CodeGear? Embarcadero? Quem é a Embarcadero? Rumores dizem que a Embarcadero comprou o Delphi, o Interbase e o BlackFish por meros US$ 10 milhões. Pense nisso: existem mais de 10 mil desenvolvedores usando Delphi no mundo, talvez até mesmo aqui no Brasil. Se cada um comprasse uma licença (como eu tenho comprado), que custa mais de US$ 1 mil (na versão Enterprise), só isso já pagaria a empresa. Isso levanta questões importantes. Quantas licenças do Delphi foram vendidas? Quantas foram pirateadas? Que idéia ou negócio é esse que o produto vale mais aos pedaços do que inteiro? Até quando esse negócio vai se sustentar?

É muito difícil analisar os fatos com frieza. A linguagem Pascal faz parte da minha infância. Mas vamos ser sinceros: o atual negócio do Delphi e da Embarcadero é suportar uma base de clientes que já desenvolveram suas soluções nessa ferramenta no passado, e que desejam manter essas soluções desenvolvidas a medida que o mercado do Windows evolui com novas versões deste sistema operacional.

Basta fazer uma pesquisa na internet para descobrir que o pessoal que desenvolve as soluções de ECF e Nota Fiscal Eletrônica, em sua grande maioria, ainda está usando o Delphi 7 (lançado em 2002, 8 anos atrás). Esse pessoal não fez upgrade até hoje, nem pensa em fazer, pois encontraram soluções caseiras para seus programas rodarem nas atuais versões do Windows.

Outro fator a analisar é que, sozinho, o Delphi não produz soluções ideais. Você precisa de componentes que façam relatórios, que criem interfaces intuitivas, que exportem dados, e etc. Uma vez fiz uma conta e descobri que tinha gasto mais com componentes de terceiros do que com a própria licença do Delphi.

Não estou interessado em manter meu software legado, o Taligent Enterprise, que foi desenvolvido em Delphi. Quero criar algo novo, independente de plataforma, independente de fornecedor e que seja livre para mudar e não custe milhares de dólares em licenças.

Meu projeto tem que estar livre do Delphi, também.

Comentários